Às Sombras da Ambição

Ir em baixo

Às Sombras da Ambição

Mensagem por Lya Yuki em Qui Out 20, 2011 3:36 pm

Yo~
Faz tempo que não escrevo coisas, hoje mesmo fiz essa história -q
É uma história baseada em um conto de Rosa Amanda Strausz, chamado Crianças à venda, Tratar aqui. Quando li esse conto, fiquei muito assustada, e hoje pensei em adaptá-lo pra uma fic de vocaloid. Não sei se terão a mesma reação que eu tive com o conto original, mas talvez assuste um pouco -qqqq
São 3 capítulos, fiz todos hoje mesmo. Vou postar o primeiro capítulo agora, e se alguém gostar eu posto os outros~
SEGUINTE É SÓ UMA HISTORINHA DE TERROR NÃO TEM NADA IMORAL AQUI, VISSE?

Tema: Terror
Classificação: Livre
Personagens: Rin, Len, Meiko, Kaito, Luka, Piko e Gakupo.
Duração: 3 Capítulos

Capítulo 1
Era Apenas Um

Em meados do século XX, um pequeno orfanato se escondia entre as sujas casas, num bairro qualquer de uma pequena cidade.

Uma jovem chamada Meiko era a única dona e responsável pelo orfanato, e embora não fosse má, era muito ambiciosa. Em tempos de crise, não viu outra saída a não ser vender as crianças a famílias ricas e estrangeiros. Cobrava um preço razoavelmente alto, dependendo da idade da criança e da riqueza de quem a comprava. Mas lá no fundo, ela não queria ver aquelas crianças literalmente morrendo de fome nos seus braços, algo que já acontecera duas vezes em sua vida, por isso as vendia.
Após cerca de um ano, quase todas as crianças haviam sido 'adotadas', exceto um casal de gêmeos chamados Rin e Len. Por serem os mais velhos, ainda estavam no orfanato, já que geralmente as famílias escolhiam os mais novos para comprar.

-Esse povo rico tem tara por criança mais nova, só pode. Não sabem o quanto podem ser prestativos esses adolescentes.- reclamava Meiko enquanto fazia o jantar. -Bem que vocês dois podiam logo cair fora daqui, quero logo abrir minha taverna e ser feliz com minhas cervejas.

Rin ajudava na cozinha cortando os legumes, ouvindo as histerias de Meiko sem se preocupar, já estava muito acostumada. Len estava varrendo as folhas da varanda, cantarolando uma canção de ninar que aprendeu com a mãe, vítima de câncer. Os dois eram muito bonitos, mesmo com a insistente sujeira que se via em suas roupas. Cabelos loiros e olhos azuis. Era mesmo incrível que não tenham sido comprados.
Len havia terminado de varrer quando viu um casal entrando na casa, e a moça olhou para ele por alguns milésimos de
segundo. Uma sensação estranha passou pela sua pele, e ele sentiu frio. Meiko veio atendê-los, já animada com o provável objetivo do casal. Os convidou para entrar e conversarem na sala de visitas.

Rin viu a animação de Meiko e ficou receosa. Correu para perto da sala de visitas, encontrando Len no caminho. Ambos se espremeram no cantinho mais próximo da sala de visitas, de forma que pudessem ver e ouvir a conversa sem serem pegos. Estavam nervosos, pois era muito provável que apenas um deles fosse comprado e tivessem que se separar.
O homem tinha cabelos azuis e era magro, e a moça tinha longos cabelos rosados e igualmente magra. Mas o que impressionava neles era a pele pálida e os olhos profundamente negros. Se chamavam Kaito e Luka.

-Estamos interessados no garoto. - disse a mulher - Pagamos o preço que quiser. Os olhos de Meiko brilharam, sentia o cheiro do dinheiro. Rin e Len ofegaram em seu esconderijo.

-Entendo, entendo. Ele é um excelente garoto, muito comportado e obediente. É prestativo e sabe fazer muitas tarefas domésticas... E quanto ao preço... Bem, posso fazer um desconto já que não é tão novo...

-Este valor condiz com sua oferta? - disse o homem, retirando do casaco três maços grandes de dinheiro - Isto é apenas uma entrada, mandaremos mais valores todo mês. E gostaríamos de vir buscá-lo amanhã.

Nem precisa-se dizer que Meiko não hesitou. Assinaram um recibo e se retiraram do recinto em direção à porta, sem notarem a presença das crianças num cantinho próximo. Após fechar a porta, Meiko chamou Len com uma animada urgência. O garoto foi em sua direção, cabisbaixo.

-Escuta aqui garoto, você finalmente foi adotado. Graças a mim, claro. Quero que fique quietinho pelo resto do dia, e amanhã de manhã seus novos pais vem te buscar.

-E quanto... a Rin?

-Não seja idiota, garoto. Eu falei 'você', não 'vocês'. Talvez ela seja uma boa garçonete na minha taverna. Não se preocupe que ela ficará bem. Agora tome seu banho e vá pro quarto.

Meiko voltou ao preparo da comida, quando Rin foi atrás do seu irmão. Após o jantar, na hora de ir dormir, Rin foi sentar ao lado de Len na cama.

-Len... Me desculpe.

-Porque está se desculpando, Rin? - disse Len, meio confuso.

-Eu não sou boa o bastante pra ser adotada, senão eu ia junto com você... Eu mal sei cortar legumes sem me machucar, não sei limpar a casa sem acabar escorregando... Você é bom em tudo, por isso foi adotado e eu não.

-Rin, não diga uma coisa dessas! Isso é ridículo. Só me escolheram por terem me visto primeiro na varanda, quando chegaram. Se tivessem visto você tenho certeza que iam te escolher também. Mas aposto que se virem você amanhã vão querer te levar. - Len tinha uma certa esperança de que isso realmente acontecesse. Os dois se abraçaram de um jeito que só irmãos gêmeos fazem. Depois deitaram juntos e de mãos dadas, adormeceram, esperando que aquele amanhã não chegasse.

_________________



ピω゚コ fangirl!!! òwó/
Não toquem nele nem na minha imouto-chan divosa Juh!
Bonus Stage~:


A vida de anime de uma autêntica shinigami: Blog Shinigami Lya
avatar
Lya Yuki
Admin Black Rock Shotter

Mensagens : 796
Pontos : 16549
Reputação : 12
Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 25
Localização : Dark Earth ~ Mundo Shinigami

Ver perfil do usuário http://Lya-Yuki.deviantart.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por Dudu-ne em Qui Out 20, 2011 6:17 pm

*Adorei , muito boa viu Lya,
que imaginação fértil .Adorei adorei adorei!!"
avatar
Dudu-ne
Kagamine Rin
Kagamine Rin

Mensagens : 282
Pontos : 13221
Reputação : 1
Data de inscrição : 02/10/2011
Idade : 17
Localização : Ta no cutuque ?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por Lya Yuki em Qui Out 20, 2011 6:29 pm

Aê, thanksu, Dudu-kun!~ >w< /
Agora posso postar o capítulo 2~

Capítulo 2
Olhos

O amanhecer chegou devagar, e Len acordou com os chamados insistentes de Meiko. Ele e Rin se levantaram e lavaram os rostos, meio vermelhos das lágrimas derramadas no sono.

-Vou tomar banho agora, Rin. Diga a Meiko que não vou demorar.

Rin desceu as escadas com um desânimo assustador. Foi até a cozinha, onde Meiko brigava com a frigideira que insistia em grudar nos ovos. Foi em direção a ela, tomando a frigideira das suas mãos e desgrudando os ovos com a espátula. Como esperado, se queimou, mas conseguiu salvar o café da manhã da ira de Meiko.

-O Len disse que não vai demorar, já está no banho.
-Ótimo. vou pegar a melhor roupa dele pra deixá-lo apresentável pros novos pais.
-A senhora não achou esses dois meio estranhos? Nem parecem ser gente de verdade.
-Ah, Rin, gente rica é assim mesmo. São outro patamar de pessoa. Agora cuida logo desse café que depois você tem que lavar a roupa. Agora que o Len vai embora, essa tarefa é sua.

Rin cuidava de tudo o mais rápido possível, pra estar ao lado do irmão quando ele fosse embora. Mas a pressa fez com que ela se machucasse mais ainda que o de costume. Na correria de carregar a roupa suja, tropeçou num cesto e caiu, fazendo um corte feio no joelho. Estava sangrando demais, e tinha que limpar rápido. Enquanto enrolava o joelho uma tira de pano velho, ouviu um carro chegar. Foi até a janela e viu que Len já estava saindo de casa, empurrado por Meiko. Ela correu em direção às escadas, só fazendo o sangramento piorar. A dor aumentou, mas ela foi o mais rápido que pôde até lá fora. Só conseguiu ver o irmão olhando pela janela do carro, gritando seu nome. Ela tentou correr, mas o joelho doeu mais e ela caiu no chão, chorando e se odiando por não ter sido rápida o bastante.

Meiko desfilava com seu envelope de dinheiro, já fazendo planos, quando notou a garota jogada no chão. Uma pontada de pena a atingiu, mas Meiko era uma mulher meio orgulhosa, ainda mais quando estava com dinheiro. Mesmo assim, ela se abaixou ao lado de Rin e a ajudou a levantar.

-Olha Rin, eu sinto muito. Sinto mesmo. Se você tivesse chegado um pouquinho antes... O Len ficou meio triste por você não ter aparecido, mas disse que ama você. E o que aconteceu com seu joelho? Caiu denovo? Aff, vamos limpar isso direito.
Ela carregou a menina para dentro e foi buscar a caixa de primeiros socorros. Meiko era uma ótima enfermeira, e adorava usar suas habilidades nos machucados de Rin. Era quase um hobbie. Enquanto isso, Rin só chorava.

Cerca de um mês se passou. Rin ainda chorava à noite lembrando do irmão, mas no resto do dia permanecia apenas desanimada. Meiko a chamou na sala e disse que tinha uma surpresa. Ao chegar lá, ela deu a Rin um envelope.

-Aí está. É uma carta dos pais do Len dizendo como ele está. Aproveite bem. - Ela disse enquanto contava a terceira parcela da venda do garoto, vinda junto com a carta.

No envelope havia uma pequena carta e uma foto. A carta dizia que Len estava bem, sendo bem cuidado e estava muito feliz, e que todo mês eles mandariam notícias junto com o dinheiro. As palavras soavam irreais, passavam a mesma sensação de quando ela vira Kaito e Luka. Era estranho. Mais estranho ainda era o contraste das informações da carta com a foto. Era seu irmão, sentado numa cadeira de madeira trabalhada, rodeado de brinquedos e livros. Mas o que chamou a atenção era a expressão de Len. Ele não parecia animado, muito menos feliz. Apenas olhava para um ponto invisível, com a cabeça um pouco cabisbaixa. Rin não sabia se era efeito da foto, mas os olhos dele estavam em um azul muito escuro. Ficou meio apreensiva, mas logo relaxou ao pensar que pelo menos não ficaria sem notícias dele. Guardou a foto, mas jogou a carta fora - não gostava da sensação que ela passava.

Meiko finalmente fechou o orfanato e abriu uma taberna. Rin trabalhava no balcão, já que ser garçonete traria riscos a integridade física dela e dos clientes. Mas ela nunca esquecia o irmão. Não parava de pensar nele um minuto. Sua preocupação corriqueira quase sempre era expressada por um "O que será que o Len está fazendo agora?". Meiko só resmungava um 'não faço idéia', mas de vez em quando dizia que ele provavelmente estava correndo e brincando na mansão onde morava, ou mesmo participando de uma luxuosa festa onde um dia ela estaria também.

No mês seguinte, como combinado, mais uma carta chegou. Dessa vez foi Rin que recebeu, já separando o dinheiro para Meiko. A carta dizia exatamente o mesmo que a anterior, só algumas palavras mudaram de lugar. Rin achou muito estranho e foi ver a foto. Len estava em pé ao lado de uma mesa ricamente enfeitada, com velas e flores. Mais uma vez, ele estava com o olhar distante e cabeça baixa. Mas os olhos mudaram. Estavam ainda mais escuros. Quase não se notava o azul. Rin estremeceu ao olhar aquilo, e começou a se perguntar se fotos realmente davam esse efeito nos olhos. Mais uma vez guardou a foto e jogou a carta fora. Meiko perguntou como estava Len, em maioria por educação, mas um pouco por curiosidade também, mas nem ela mesma notou isso. Rin respondeu que ele estava bem, mas estava preocupada por ele parecer tão distante nas fotos.

-Que nada menina, essas fotos de gente rica que são cheias de efeitos. Len está muito bem e cheio de saúde.
-Talvez... -sussurrou Rin.

_________________



ピω゚コ fangirl!!! òwó/
Não toquem nele nem na minha imouto-chan divosa Juh!
Bonus Stage~:


A vida de anime de uma autêntica shinigami: Blog Shinigami Lya
avatar
Lya Yuki
Admin Black Rock Shotter

Mensagens : 796
Pontos : 16549
Reputação : 12
Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 25
Localização : Dark Earth ~ Mundo Shinigami

Ver perfil do usuário http://Lya-Yuki.deviantart.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por nene_hatsune em Qui Out 20, 2011 7:43 pm

LYA, eu chorei lendo sua fic, poste agora o ultimo capitulo, é uma ordem -q
avatar
nene_hatsune
Yowane Haku

Mensagens : 1058
Pontos : 14596
Reputação : 1
Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 23
Localização : vocaloid zone / Digital World

Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/N3NeS2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por Lya Yuki em Qui Out 20, 2011 7:53 pm

Ok -q

Capítulo Final
Nada

Já faziam quase três meses que Len tinha ido embora. A carta estava quase pra chegar, Meiko havia saído para pegar umas encomendas da taberna e Rin esperava na varanda pelo carteiro de domingo trazendo notícias do irmão. Não precisou esperar muito, e foi correndo até ele ao vê-lo na esquina. O carteiro era um jovem de cabelos inexplicavelmente brancos chamado Piko, com uma mecha rebelde em forma de 'p' que não abaixava nem com cola de sapato. Era um dos poucos amigos de Rin e Len, gostava muito dos
dois e era muito gentil. Rin o achava parecido com o irmão às vezes.

-Bom dia, Rin. Já com essa energia toda num domingo?
-Ah, bem, é que... a carta do Len...
-Sim sim, está aqui. - ele tirou o envelope da mochila -Parece que ele está levando uma boa vida, não é?
-Não sei. Tenho minhas dúvidas...
-Posso ver com você? Quero saber também como ele está.
Os dois foram até a varanda e sentaram na pequena mesa de madeira. Rin abriu a carta e entregou a Piko - ela já sabia qual era o seu conteúdo. Ela foi direto para a foto enquanto Piko lia a carta, confirmando o conteúdo repetido. Mas a foto era diferente. Totalmente diferente. Rin sentiu um arrepio ao ver aquela foto.
Len estava em pé, usando uma roupa muito bonita num lindo jardim florido, com uma mansão ao fundo. Mas a expressão dele chamou ainda mais a atenção da menina. A mesma expressão de sempre, mas algo estava diferente. O ponto invisível para onde ele olhava parecia estar mais distante... Não. Eram os olhos. Um negro indescritível no lugar dos lindos olhos azul-claro. Piko notou a reação da amiga e pediu pra ver a foto.
-Os olhos dele estão tão escuros... Que efeito de foto horrível é esse?
-Isso não é efeito, Rin. Se fosse, a foto inteira também estaria em tons de cinza. Peraí, eu tenho uma lupa aqui.
Piko tirou da mochila a estranha lente que, segundo ele, havia roubado da biblioteca. Os garotos então se aproximaram da foto para ver melhor. Ao aproximarem a lente dos olhos de Len, descobriram o que havia de errado: estavam furados. Enormes buracos negros nos olhos dele. Rin soltou um grito, e Piko ficou paralisado. Ambos permaneceram em estado de choque por alguns momentos, quando Piko quebrou o silêncio.
-Essa não... - ele estava muito nervoso, e falava meio ofegante -Rin, me dê o envelope.
Ela estava tão assustada que mal conseguia se mover. Estendeu o envelope ao amigo enquanto encarava a foto em sua mão.
-Piko... O que significa isso???
-Vamos, Rin. Conheço alguém que pode nos ajudar. - ele pegou a foto e o envelope, e puxou a mão de Rin, que o seguiu.
Foram em direção a pequena capela da cidade, quando Piko a levou até uma pequena porta nos fundos. Entraram numa sala onde um senhor de meia-idade mexia em alguns livros. O menino o chamou e pediu para ele ver a foto e a carta. O homem pegou uma lupa da mesa e analisou a foto.

-Senhor Kamui, acho que isso pode ser obra de bruxaria. O senhor pode nos ajudar? - explicou Piko.
-Por favor... Senhor, ajude meu irmão! Sei que ele está correndo perigo, vamos até o endereço das cartas!
-Senhorita, lamento muito, mas seu irmão está morto.
-Não... Não pode! Mas e as fotos? As cartas? Vamos até lá! - suplicava Rin, quase desabando em lágrimas.
-Não existe nada nesse endereço, senhorita. Posso levá-la até lá, mas...
-Eu vou! Não vou perder a esperança de salvar o Len!

O senhor os levou até o carro, onde partiram para o endereço indicado nas cartas. Ficava tão longe que só chegaram lá à tardinha. Ao chegar lá, Rin saiu correndo do carro em direção aos velhos portões enferrujados da entrada, agora quase totalmente
destruídos e quebrados. A mansão estava lá, mas incrivelmente abandonada. As portas e janelas já nem existiam mais. Ela atravessou as salas, seguida por Piko e Kamui. Reconheceu o o salão e a mesa das fotos, ambos tão apodrecidos como se fossem abandonados a muitas décadas. Rin viu o que antes era a porta para o jardim da última foto. Correu em sua direção, fazendo uma descoberta assustadora. Não era um jardim. Era um cemitério particular. Seis túmulos enfileirados ocupavam o espaço. Rin viu as fotos de Kaito e Luka nas duas primeiras lápides, e notou que o último túmulo parecia ter sido escavado recentemente. Na lápide dele, estava a foto de Len.
Ela quase desmaiou. Ficou em um estado de catatonia até Piko alcançá-la e ver o que tinha acontecido. Ele sentou-se ao lado dela e tentou consolá-la, mas também começou a chorar, pois Len também era um grande amigo. Começou a chover e Kamui os levou de volta a cidade. Como estava tarde e eles estavam tristes demais pra fazer qualquer coisa, Rin e Piko passaram a noite na sala de Kamui. No dia seguinte, Piko levou Rin até a casa dela.

-A Meiko deve estar furiosa... Você saiu sem avisá-la, não? - comentou Piko, mas Rin apenas acenou um sim com a cabeça. Ela não falou nada desde a visão do cemitério, e não parecia que ia mudar. Ao chegarem na casa, Meiko avistou Rin e foi berrando até ela, não com raiva, mas com animação.

-Rin, sua moleca! Porque não me avisou que foi visitar seu irmão?!
A garota olhou surpresa com a reação de Meiko.

-Acabei de receber uma carta dos pais adotivos do Len! - ela estendeu a carta a Rin, que pegou-a, chocada. No envelope havia uma foto dela, usando um vestido de babados e laços, em pé no jardim da mansão.

-Leu a carta? Eles adoraram você e vem buscá-la hoje mesmo! Nem imagina o quanto me pagaram!!

Rin olhou para Meiko com uma expressão de terror imenso.
-Vamos, Rin, está na hora de você também aprender a ser chique.

_________________



ピω゚コ fangirl!!! òwó/
Não toquem nele nem na minha imouto-chan divosa Juh!
Bonus Stage~:


A vida de anime de uma autêntica shinigami: Blog Shinigami Lya
avatar
Lya Yuki
Admin Black Rock Shotter

Mensagens : 796
Pontos : 16549
Reputação : 12
Data de inscrição : 09/05/2010
Idade : 25
Localização : Dark Earth ~ Mundo Shinigami

Ver perfil do usuário http://Lya-Yuki.deviantart.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por nene_hatsune em Qui Out 20, 2011 8:05 pm

Eu estou, aos berros chorando de tristeza, porque fez isso comigo Lya Ç.Ç
avatar
nene_hatsune
Yowane Haku

Mensagens : 1058
Pontos : 14596
Reputação : 1
Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 23
Localização : vocaloid zone / Digital World

Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/N3NeS2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por Boris em Dom Nov 06, 2011 3:56 pm

O_O

deus eu tive uns 21891238946238956 arrepios agora...

por que eu me via nas fotos do len? EU VIA TODOS MAS NO LEN ERA EU

QUE TIPO DE BRUXARIA É ESSA

_________________
Qualquer duvida me mande MP

Pet:

[url=http://borisrks.dragonadopters.com/dragon_748565]
avatar
Boris
Mod Kagamine Twins
Mod Kagamine Twins

Mensagens : 452
Pontos : 14249
Reputação : 1
Data de inscrição : 24/04/2011
Idade : 23
Localização : Cold Haze

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Às Sombras da Ambição

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum